All for Joomla All for Webmasters
Buscando categoria

Livros

Livros Resenhas

Resenha: Lonely Hearts Club

Desculpem não ter postado ontem, fiquei fora o dia todo e estava exausta de noite. Os tutoriais e visitas serão todos recompensados!

  • Colocando caixa de Twitter no blog
  • Slide 2
  • Fonte para tirinhas
  • Faça sua CBOX
  • Personalizando a CBOX
  • [L]onely Hearts Club. E quem diria que, um dia, a música dos Beatles fosse ser levada tão a sério!

    Sinopse: Penny Lane Bloom cansou de tentar, cansou de ser magoada e decidiu: homens são o inimigo. Exceto, claro, os únicos quatro caras que nunca decepcionam uma garota — John, Paul, George e Ringo. E foi justamente nos Beatles que ela encontrou uma resposta à altura de sua indignação: Penny é fundadora e única afiliada do Lonely Hearts Club — o lugar certo para uma mulher que não precisa de namorados idiotas para ser feliz. Lá, ela sempre estará em primeiro lugar, e eles não são nem um pouco bem-vindos. O clube, é claro, vira o centro das atenções na escola McKinley. Penny, ao que tudo indica, não é a única aluna farta de ver as amigas mudarem completamente (quase sempre, para pior) só para agradar aos namorados, e de constatar que eles, na verdade, não estão nem aí. Agora, todas querem fazer parte do Lonely Hearts Club, e Penny é idolatrada por dezenas de meninas que não querem enxergar um namorado nem a quilômetros de distância. Jamais. Seja quem for. Mas será, realmente, que nenhum carinha vale a pena?

    Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


    Marina and the Diamonds – Lonely Hearts Club

    E de todos os livros que eu li, esse sem dúvidas foi o melhor. Também estou lendo um outro livro impressionante e que em breve também terá resenha. Eu tenho me aventurado no mundo dos livros e me divertido muito!

    Essa é a primeira resenha de livro que eu faço, e óbvio que tinha que ser com meu livro predileto. Foi amor à primeira vista, literalmente! Olhei a capa do livro (desculpem, mas esse livro julguei pela capa!) e me apaixonei. A diagramação é incrível, e a capa logo fazia lusão à uma das minhas bandas favoritas: The Beatles (e a icônica capa do Abbey Road)! Depois, li a sinopse e me encantei pela história: diferente e com um conceito feminista super bacana, exaltando que felicidade vem de várias coisas, mas depende, acima de tudo, de nós mesmas.

    O livro começa com Penny Lane Bloom. E você já percebe também que a história vai ter várias referências aos Beatles, como o nome dela, que vem da música Penny Lane. Penny Lane existe, sendo um bairro e uma rua de Liverpool. Essa garotinha que nasceu por causa desses quatro garotos mágicos que conquistaram o mundo com sua inteligência e músicas que marcaram época e história na música, também vive com eles por toda a parte. Fã dos Beatles, tem um quarto maravilhoso, sabe todas as músicas e simplesmente adora a banda, ao ponto de ser sua inspiração para uma ideia futura. Ela tem um amor que ela sempre achou ser o seu grande amor, o filho de um grande casal amigo dos pais dela, chamado Nate. Nate e ela ficam juntinhos desde pequena, tiveram o primeiro beijo, já dormiram numa cabana sozinhos e já até se vestiram de noivinho e noivinha. Que bonitinho. Porém, agora, com ambos adolescentes, os desejos já são outros…

    Acontece que Nate a decepciona de uma forma profunda, e ela fica com um rombo gigantesco dentro de seu coração. Para onde foram agora todos os sonhos, os desejos, os planos para o futuro? Em prantos, Penny finalmente presta atenção em seu postêr dos Beatles, mas de forma diferente… lendo o que está escrito nele, ela decide:

    “Era como se sempre tivesse sido uma única e longa palavra para mim, SgtPepper’sLonelyHeartsClubBand. Mas agora três palavras sobressaíam, e vi algo completamente novo.”

    E assim, surgiu o Lonely Hearts Club. Um clube onde garotas que estavam cansadas dos garotos da McKinley as iludindo, as ferindo, as usando, as mostrando como se fossem apenas troféus e como se fossem descartáveis, pudessem entrar.

    No livro, há muitas lições. Não abandonar suas amigas por causa do seu namorado, não depender de ninguém para a sua felicidade, se arrumar e fazer as coisas para você, e não só para impressionar outra pessoa. Ser feliz sendo o que você é, tendo amor próprio e acima de tudo: aprendendo que felicidade não pode depender de algo ou de alguém. A felicidade também tem que estar dentro de você.

    Penny Lane é uma garota inspirável, incrível, mas que ao mesmo tempo, é igual a todas nós: tem aquela melhor amiga que é agressiva e sincera, aquela amiga que parece que tudo o que faz sai completamente perfeito; mas que também chora, sofre, fica confusa e que, por mais que seu clube tenha passado por dificuldades, ela nunca abaixou a cabeça para ninguém.

    Aliás, essa é mais uma lição: quando se tem um objetivo na vida, você deve lutar por ele não importa as dificuldades que sofra nem as pessoas mesquinhas que tentam te colocar para baixo. Porque os seus objetivos são uma parte de você.

    Mas será mesmo que nenhum garoto vale a pena? Nenhunzinho? Será que em toda a McKinley, todos os garotos são imprestáveis? Definitivamente não.

    No livro, dá para se tirar boas risadas! E sem dúvidas, minha parte favorita do livro é quando ela briga com Nate na semana do Dia de Ação de Graças. Leio o livro em apenas algumas horas quase inteiro só para chegar nessa parte que é hilária! Um trecho:

    “- E, Nate? Você beija como um cachorro babão, tem mau hálito e não saberia excitar uma garota nem se ela viesse com manual. Feliz Dia de Ação de Graças, otário.”

    PLAYLIST

    Músicas que são deliciosas de ouvir junto com o livro. O livro mesmo, em cada divisão importante da história, mostra uma música dos Beatles que combina com esse trecho. É sempre bom ouvir enquanto lê, e se aprofundar nessa história.

    Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


    The Beatles – Yesterday

    Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


    The Beatles – Come Together

    Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


    The Beatles – Revolution

    Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


    The Beatles – You’ve Got To Hide Your Love Away

    Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


    The Beatles – With a Little Help From My Friends (Ringo ♥)

    Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


    The Beatles – Here Comes The Sun

    Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


    The Beatles – Penny Lane para embalar o nome da personagem principal

    Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


    Marina and the Diamonds – Lonely Hearts Club Não é dos Beatles, mas combina perfeitamente com o livro e tem uma batida deliciosa *-*


    Meu livro junto com uns LP’s dos Beatles da mamãe *-*

    E você? Vai se aventurar no mundo real e insano de Penny Lane?