All for Joomla All for Webmasters
Feminismo Reflexões Textos

maiores erros das pessoas sobre feminismo (2)

miss marvel quando a personagem foi negra nos quadrinhos ♥

[H]oje darei continuidade ao meu post anterior que falava sobre os maiores erros das pessoas sobre feminismo. Caso tenha interesse em dar uma lidinha antes de partir com a leitura aqui, entre aqui neste link, beleza? Pra quem ainda não entendeu, eu seleciono pérolas que vejo na internet sobre pessoas falando de feminismo e eu explico o porquê dessa pérola estar errada. Vamos lá desconstruir o machismo nosso de cada dia? ;)

8. Feminista vê machismo em tudo
Mas é claro! Porque quando se adere o movimento e se estuda-o, você começa a perceber o machismo em coisas que você nem imaginava. “Bobagens” como “tá precisando de macho, hein?” ou “filha da puta” são na verdade machismos despercebidos. Por que “filha da puta” que é xingamento? Por que não pode ser do “puto”? É como usar gay como xingamento. E por que uma mulher só fica bem se tiver o homem ao lado? Isso não é nada verídico. A felicidade feminina só depende dela mesma.

9. Por que você não concorda com masculinismo? Homens também têm o direito de lutar pelos seus direitos!
Acontece que é meio babaca (ou completamente) lutar por direitos que já existem. O homem, pelo simples fato de ser homem, já carrega privilégios. Não que isso seja culpa dele, mas a sociedade é assim. Cabe ao homem entender o seu papel social e tentar desmistificar o machismo que ele já nasceu aprendendo. Homem não precisa andar na rua com roupa em calor de 40°C e ter seu tórax sexualizado, nem ser mal falado por usar roupas curtas, ou andar de noite com medo de ser atacado, além de ganharem mais exercendo o mesmo que uma mulher num emprego. Que direitos são esses que eles querem lutar, sendo que nós que tivemos que lutar por coisas que deveriam ser tão básicas, como o voto?

10. Cultura do estupro não existe
Já li absurdos como “estupro e sexo é a mesma coisa, vai dizer que tu não curte sentir a coisa entrando?”. Não, eu não curto se isso for sem o meu consentimento. Acho que a imagem abaixo vai explicar o que eu quero dizer.

Explicações sobre a pesquisa “errada” do IPEA: sim, é muito bom saber que com a errata do IPEA, o número de mulheres que “merecem ser estupradas pelas vestimentas” caiu para 26% aproximadamente, porém não é o bastante: o certo seria 0%. A cada 12 segundos uma mulher é estuprada no Brasil, e os crimes de estupro superaram os homocídios dolosos no país. Mesmo o número diminuindo, apenas uma conclusão na pesquisa estava errada, e o machismo ainda rola solto junto com os crimes de estupro. Até quando?

A imagem é baseada numa pesquisa com apenas pouco mais de 3000 pessoas, porém, se for parar pra analisar, é nada mais do que o reflexo do que a maioria das pessoas pensam, infelizmente. Será que não tem mesmo cultura do estupro e pessoas achando que estupro é normal? Será mesmo que machismo não existe? Será mesmo que não existe quando a sociedade cultua a defesa do agressor e a punição da vítima?
Além disso, a pesquisa foi feita com uma maioria feminina. Aí você ouve coisas como “mulher também é machista”. NÃO. Mulher reproduz o machismo, e só faz isso porque está vivendo em sociedade patriarcal onde o homem a ensinou a falar o que o satisfaz, mesmo ela não percebendo. Todos reproduzimos machismos, homens e mulheres, o que devemos fazer é desconstruir tudo isso.

tempestade: a deusa negra e feminista da marvel!

11. Existe mulher machista
Não, não existe mulher machista. A mulher é reprodutora do machismo que ela “aprendeu” socialmente ao longo de todos os seus anos de vida e que foi imposta a ele. Afinal, que mulher GOSTA de falar coisas que indiretamente a inferiorizam?

12. Ué, então a mulher é vítima de tudo?
Muitas pessoas veem a mulher como “a vitimizada”. Não somos vitimizadas, apenas transparecemos a realidade: sim, nós somos desfavorecidas socialmente pelo simples fato de sermos mulheres, e temos o total direito de lutarmos pelos nossos direitos, reconhecer nossos deveres e perceber as injustiças que passamos. Não? Ou você vai dizer que é super normal um homem ainda ser visto como o único capaz de pegar em armas pra defender o seu país?

13. Se mulher luta contra o assassinato de outras mulheres, por que são a favor do aborto?
A questão do aborto é uma situação complicada pois muita gente custa entender. O fato do aborto ser proibido vem de ideias religiosas, quando o nosso estado deveria ser laico não só teoricamente, logo, nenhuma questão ou lei religiosa deveria se intrometer na constituição nacional (e sim, eu tenho religião, mas sou contra isso). Além disso, o zigoto, que é a célula fecundada, só é considerada cientificamente uma vida a partir da oitava semana de gestação, quando a probabilidade de aborto espontâneo diminui. O aborto pode acontecer espontaneamente, logo não deveria ser um crime. Além disso, se o aborto, que é “uma possibilidade” de vida é considerado um crime, logo a masturbação e a utilização de camisinha ou outros métodos contraceptivos também deveriam ser proibidos. Quando há a legalização do aborto, apenas os “fetos morrem” (entre aspas pelo motivo que expliquei um pouco acima), enquanto com a criminalização, além do número de abortos não aumentar nem diminuir, o feto “morre” e a mãe pode morrer de fato. Muitas pessoas falam: aaaah, tem filho porque quer. NÃO, NÃO É PORQUE QUER. A camisinha tem uma taxa de falha de até 15%, e o anticoncepcional de 1%. Pode parecer pouco, mas para um lote de camisinha ou de anticoncepcional que já vem com problemas, isso é muito. Vemos um caso aqui de uma mulher que não quis ter o filho e mesmo tomando todas as medidas, engravidou. Só mulher sabe como é transar e ter medo de engravidar, mesmo tomando todas as medidas. Afinal, socialmente, se a mulher engravida, a culpa é dela, mesmo que o coito seja feito por duas pessoas de sexos opostos (numa relação em que é possível engravidar naturalmente, através do coito heterossexual).
Por que a mulher que aborta é uma vilã, mas quando o cara abandona a mãe com a criança no colo isso é socialmente aceitável? Abandonar uma criança é sim uma morte. Matar sua responsabilidade, matar a oportunidade da criança de ter um pai. É como se você não existisse para ela. Vejo muita gente falando que bandido bom é bandido morto, mas depois se veem numa situação dessa questionando a liberdade corporal da MULHER. Isso é no mínimo hipócrita. Caso tenham interesse, vejam mais da questão aborto aqui.

14. Por que homem não pode ser feminista nem estar dentro do movimento?
Simples: homem não tem vivência o suficiente para falar de mulher, nem de feminismo, nem meter o bedelho num movimento que é NOSSO. O opressor estar dentro de um movimento contra a opressão é no mínimo contraditório. Vejo muito homem querendo palpitar feminismo (até brigo com alguns, hahahahahaha). O simples fato de ser homem, ter sido doutrinado com o machismo e ter seus privilégios, já o acarreta a ficar de bico fechado, afinal ele não sabe na pele o que as mulheres são expostas todos os dias. O homem pode ser pró-feminista: apoiar a causa e entender que precisa desconstruir seu machismo. Isso já ajuda muito. Todxs nós precisamos desconstruir o machismo: os homens e as mulheres que o reproduzem. É como um branco querer falar o que é melhor para um negro, ou um hétero querer falar o que é melhor para um gay: não faz sentido já que você não vive o que eles vivem.

15. Mulher é só quem tem vagina?
Já vi um vídeo que falava que “ué, você não é homem? Então mostra o pinto!”. Isso é errado. Homem é quem se considera homem, e mulher idem. A partir do momento em que você se sente “encaixado naquele gênero sexual”, você tem total direito de exercê-lo, independentemente do que você tem entre as pernas.

Ufa, hein? Espero que todos vocês tenham gostado do post, e que ele tenha iluminado a cabecinha de muitxs com dúvidas sobre o feminismo. E aí, se gostou, escreve aí, belezura? Fiquem com outra música feminista da Gaga: G.U.Y., que aliás, tem um clipe feminista. Pretendo em breve fazer um post sobre a Gaga e o feminismo ;)

Antes de encerrar o post, gostaria de agradecer minhas amigas feministas e meu amigo pró-feminista que me ajudaram na elaboração destes posts sobre o assunto, me trazendo dados, documentário, muita vivência das meninas e depoimentos ;)

You Might Also Like

  • Nicolas
    21/04/2014 at 9:06 pm

    Achei seu post muito bom. E de tudo o que foi dito, só não concordei com o 14. Camilla, nem todo o homem é “o opressor”. Eu entendo que a sociedade seja machista, e que os homens não tenham vivência o suficiente para saber o que as mulheres passam com o sexismo, e que nunca vamos sentir na pele o que vocês passam e tal, mas não dá pra generalizar. Lutar pelo que você acredita não é uma questão de gênero. Afinal, muitos brancos chegaram a lutar pelos direitos negros, e muitos héteros lutam pelos direitos gays. Tanto que a própria parada gay inclui gays, lésbicas E simpatizantes. Os “simpatizantes” podem não estar inseridos no modo de vida, mas eles estão na causa. E o que é o feminismo se não uma causa?
    Enfim. Quanto ao resto do post, o gráfico, principalmente, é muito impressionante. Digo, é uma merda que um número tão grande de pessoas pense desse jeito. E de fato, a expressão “precisa de homem” não é nada além de sexismo disfarçado.
    O lance da cultura do estupro, eu estava bendo um Ted Talks outro dia sobre isso. Ted Talks é bem legal, e eu só não coloco o link desse que vi aqui, porque não me lembro do nome agora.
    Por último, eu não sei se você conhece uma cantora chamada Emilie Autumn. Escuta uma música dela chamada Fight Like a Girl. É exatamente sobre isso tudo que você falou no post.

  • Camilla
    21/04/2014 at 9:34 pm

    Nicolas,

    Nicolas, coisa linda <333 Então, o homem pode sim apoiar o movimento, ele só não pode se APODERAR dele, entendeu? É isso que eu quis dizer ;) Há muitos homens pró-feministas e eu acho isso lindo, entendeu? Um cara não pode falar pra uma mina o que ela deve fazer, mas apoiar o que ela faz é muito legal :3

    <3

  • Marcos Guima
    21/04/2014 at 10:43 pm

    Respeito é muito importante.

    http://marcos-guima.blogspot.com.br/

    Abraço.

  • Erika
    22/04/2014 at 10:36 am

    Maravilhoso seu post. Inclusive vou ler a parte 1. O ponto é esse. Você explicou lindamente, mas as pessoas tem um bloqueio cerebral para entenderem, ou simplesmente não entendem. Na verdade nos tempos primórdios a sociedade era matriarcal, a mulher tinha o poder pois gerava filhos e podia ter vários homens e todos criavam os filhos juntos em comunidade. A necessidade de diferenciar quem eram os pais começou a surgir quando começaram a querer saber quais crianças herdariam os bens dos homens, e daí começou-se a necessidade de garantir que a mulher fosse de um homem só, para a certeza da maternidade. É uma pena que ainda exista gente que pense aberrações como as que vejo por aí. Acho também que o feminismo está muito distorcido, mas tudo o que você falou está certíssimo. Parabéns pelo post!

  • Erika
    22/04/2014 at 10:37 am

    Erika,

    *paternidade, sorry. x_x

  • Camila Faria
    22/04/2014 at 12:36 pm

    Camilla para presidente!!! Muito boa essa segunda parte do post!

  • Dayane Nascimento
    22/04/2014 at 9:18 pm

    Adorei o post, só li verdades nele, eu fiquei indignada com essa pesquisa D:
    ps: Amo demais esse clipe da Gaga, ficou perfeito ♥
    Beijinhos
    You Tube
    Instagram
    Facebook do blog
    conversando-com-a-lua.blogspot.com.br

  • Paloma
    22/04/2014 at 9:57 pm

    Olá Camila! Adorei a postagem e concordo com quase tudo que você colocou aii…já vi esse clipe da Gaga e é perfeitoo. Adoro essa mulher.
    Beijos!
    Monólogo de Julieta.

  • Thami
    23/04/2014 at 1:24 am

    AMEI DEMAIS ESSE SEU POST! Nossa, sério! <3 E eu quero post sobre a Gaga e o feminismo, e sabe quem entra nisso também? Miley Cyrus. Que muita gente tava achando errado ela fazer certas coisas, só porque é mulher… Sem comentários em relação á isso né? Enfim, adorei!

    Bitocas!

  • ÉÉ
    23/04/2014 at 1:33 am

    Acho o movimento feminista e qualquer movimento que pregue a igualdade errado… Se você está lutando por uma igualdade que é um direito constitucional… Sou contra a tudo que faz distinção de pessoas, prevalecendo um ou subestimando outro.. Exemplo, cotas para negros, pardos e índios, a sua luta sobre feminismo… Eu aposto que tenho capacidade para fazer coisas que você não tem… como você tem capacidade para fazer inúmeras coisas que eu não tenho. PORÉM Eu digo capacidade em relação a imediatismo, nada serio o suficiente que o treino possa resolver…

    Para minha pessoa essa luta, é uma luta de caminhos errados…

  • clay
    23/04/2014 at 10:27 am

    Tem que ter a Gaga envolvida nesse universo, senão nao teria graça ahhaha

    Quando saiu o erro dessa pesquisa o Ipea, eu dei risada dos comentarios, tipo ahhh reduziu como se estivesse bom sabe?

    Tipo a enquete
    Ipea errou 65% podem matar os pais
    na verdade só 26% pensam assim

    tipo sem logica hahahahahaha

  • clay
    23/04/2014 at 10:28 am

    Ahh te seguindo no twitter e facebokk ^^ curti 8)

  • Emanuelle
    23/04/2014 at 2:07 pm

    Que post interessante. Eu odiei aquela pesquisa, achei de certa forma ofensora as mulheres rs
    Beijos | http://www.doseujeito.tk

  • Sté
    23/04/2014 at 2:21 pm

    Muito bom o post! Infelizmente ainda somos prejudicadas em empresas, em alguns relacionamentos, na sociedade em geral…

    Beijos.

  • Tabatha
    23/04/2014 at 3:58 pm

    Primeiro: Obrigada pelo elogio que eu sou fofa falando no vídeo! hihih Eu sempre fico encabulada quando falam assim, mas acho uma gracinha! :3

    Mas enfim, fiquei super feliz de chegar aqui e ter a continuação do seu último post, que estava mega bom.
    Eu sou meio termo, porque sou super feminista pra umas coisas mas sou machista pra outras… Só que acho que machista não é bem a palavra, e sim conservadora. Mas de qualquer forma, disse tudo!
    Eu quero ver esse clipe da Gaga, só que cara…. 11 minutos me desanima muito! HAHAHA Mas vou ver sim! (((:

    Beijos da Tabatha!
    http://www.naocontapraninguem.com

  • MahPessoa
    23/04/2014 at 4:31 pm

    Seu post ficou ótimo, você disse um monte de verdades! as pessoas costumam exagerar bastante em vários aspectos.
    Concordo contigo!
    bjs
    blogtrashrock.blogspot.com

  • Gabrielly
    23/04/2014 at 11:47 pm

    Concurso Literário: Ganhe 1 LIVRO.
    Responda a pergunta: O QUE É SER BLOGUEIRA? (A MELHOR RESPOSTA VENCE)
    Resultado do concurso: 1 de MAIO (MEU ANIVERSÁRIO DE 7 ANOS COMO BLOGUEIRA)

    VEM PARTICIPAR!!!!

    Beijos, G.R ♥ (Voltarei em breve para responder seu post, OBG pela compreensão)
    http://gabriellyrosa.blogspot.com

  • Desbravadores de Livros
    24/04/2014 at 1:22 pm

    Concordo com muitos dos seus argumentos, outros, nem tanto. É bom posts que façam as pessoas pensar. Vou mandar o link para que algumas pessoas leiam.

    M&N | http://desbravadoresdelivros.blogspot.com.br – Participe do nosso top comentarista de Abril

  • Zombie
    24/04/2014 at 2:38 pm

    Hey >.< Concordo com quase todos os teus argumentos e.e
    Acho que o feminismo é sempre mal interpretado por muita gente, mais pelas mulheres do que pelos homens (;-o) Cara, eu não acredito que tu também curte a página Não aguento quando!! Eu adoro essa página =)
    http://zombieesvg.blogspot.com.br/**

  • Luly
    24/04/2014 at 5:18 pm

    Estou lendo o livro “Amor é a cura”, do Elton John, e tem uns dados seríssimos sobre estupro na África do Sul que dá vontade de enfiar pela guela abaixo de quem fala que não existe a cultura do estupro porque lá isso é uma coisa TÃO CULTURAL que foi me dando nojo de ler…

  • Gabriela
    24/04/2014 at 9:53 pm

    Post demais e muito informativo pra quem não tem nem noção do que se trata e ainda assim sai cirticando o movimento.
    Achei um absurdo os resultados dessa pesquisa, é revltante saber que temos de restringir nossa liberdade em relção às vestimentas simplesmente por causa dessas ideias machistas que eu nem sabia que mulheres poderiam apoiar.
    Quanto ao aborto é uma questão bem séria, mas aí entra a liberdade de escolha da mulher com seu corpo, e super concordo que um pai não arcar com as responsabilidades é algo tão grave quanto, então deveria ser criminalizado da mesma forma.

    Beijão

    http://perigosasgarotas.blogspot.com.br/

  • Camilla
    26/04/2014 at 10:44 am

    ÉÉ,

    Qualquer movimento pra IGUALDADE é errado? Sério? Então você acha que desigualdade é ok?
    Minha Venus.