All for Joomla All for Webmasters
Buscando categoria

Tutoriais

Dicas Tutoriais

como aperfeiçoar a escrita?

[AVISO – 12/10/2014] Gentemmmm, o blog tá sumidão porque estou enfrentando época de ENEM, vestibular, fim de terceiro ano… então as coisas estão bem puxadas. O blog só volta na segunda semana de novembro, depois do ENEM.

[S]orry o sumiço… nesses últimos tempos tá meio difícil administrar os estudos para ingressar na faculdade com a escola, blog… mas eu vou me esforçar pra não desaparecer, haha! Bem, hoje eu vou fazer um post até meio autoajuda para auxiliar na escrita. Desde quando eu era pequena, eu escrevo muito, pois sempre gostei. A própria criação do meu blog foi também para este fim: eu sempre curti compartilhar os meus pensamentos com as pessoas e receber críticas gerais sobre os mais diferentes assuntos que eu comentava. E até hoje é assim. Com isso, eu desenvolvi não só o meu senso para escrita como também um vocabulário extenso e uma maneira bem articulada de me expressar ao longo das linhas. Vou falar como eu fiz para dar uma caprichada boa no que eu falo tanto na internet quando nos textos da escola ou do ENEM, de forma que as pessoas consigam interpretar bem o que eu estou falando.

ler! ler muito!

Vocês já devem ter percebido que muito raramente eu faço resenhas de livros. Eu só leio livros que me interessam muitíssimo. A última vez que eu li um livro eu mal lembro quando foi e nem sei qual. Eu sinceramente não tenho o menooooooor saco pra ler livros. Começo querendo terminar. E não foi por falta de incentivo: desde pequena eu leio, mas ao longo do tempo eu fui deixando o costume de lado porque não achava títulos que me interessassem. Pra mim, a maioria dos livros de ficção atual são muito melosos e os livros que me interessam (políticos, principalmente) tem uma linguagem muito retrógrada e extensa. Tanto que, numa blogosfera que só fala de livros, eu me sinto até meio perdida, hahahahaha!

Ué Camilla… cê tá pedindo pra gente ler e fala que detesta livros? Bem, aí é que tá: leitura não está só nos livros. Eu achei meu paraíso leitor nas HQ’s. Muita gente tem preconceito, não considera livro, mas isso aumenta bastante o vocabulário e também a didática para se expressar com quem lê. Isso porque HQ’s tem uma linguagem mais direta em que a mensagem chega com sucesso e com uma boa compreensão. Pra vocês terem noção, as HQ’s também estenderam meus conhecimentos em inglês e em alemão. Ou seja: ache aquilo que você goste de ler. Busque alguma coisa que você sinta prazer lendo. Seja um livro mesmo, uma HQ (que é menos cansativa) ou até mesmo um informe de jornal: o que você puder ler para ampliar seu vocabulário é válido. E eu sugiro muito as HQ’s por tudo o que eu já citei anteriormente.

colocar em prática suas ideias

Eu coloco minhas ideias em prática no meu blog. Isso porque eu também detesto escrever em papel: acho que o raciocínio não flue muito rápido, sem contar que é cansativo pra mim. Se você não quer ingressar no mundo blogueiro e ter toda essa responsabilidade, vale criar um blog anônimo para si, um Tumblr ou então escrever no Wordpad o que deseja e ir salvando numa pastinha. Não adianta nada querer escrever bem se você não tentar escrever. Pratique a escrita o máximo de vezes que puder, compare textos anteriores e, se você se sente confortável, vale mostrar para alguém que também goste de ler e pedir algumas sugestões. Creio que é super válido pedir para professores algumas dicas em geral.

Você percebeu? Mesmo com algumas dificuldades, eu tento criar um espaço para leitura e escrita que eu me sinta confortável. Então se eu me incomodo com os métodos tradicionais, como ler livros e escrever no papel, eu tento criar um ambiente em torno disso que eu consiga praticar e aprender sem resistência.

estruture um texto!

Antes de começar a escrever qualquer coisa, você precisa estruturar o que você está falando. É aí que entram os gêneros textuais. O usado no ENEM é o dissertativo-argumentativo. Trata-se de um texto que apresenta uma tese e defende argumentos de forma impessoal. Infelizmente, se você quer ser bem compreendido, não dá para fazer aqueles poemas loucos da época do modernismo no Brasil: você precisa construir de forma interpretável o que você tem para dizer. Há um vídeo bem interessante explicando de forma compreensível sobre este gênero aqui:

Mas sem falar de gêneros textuais: na hora de se expressar, você precisa montar o que você vai falar. Faça uma espécie de fluxograma: como vou iniciar o texto? Que linguagem eu devo utilizar para atingir meu público? Como vou desenvolver meus argumentos de forma que as pessoas se convençam com eles? Como posso apresentar meu raciocínio de forma prática mas que chegue exatamente como eu pensei na cabeça delas? Como posso concluir tudo o que eu estou falando?
É necessário pensar nestas coisas porque, por exemplo, eu não posso chegar aqui e falar na linguagem de Era dos Extremos, de Hobsbawm ou de Ideologia Alemã, de Karl Marx. E também, nem tem como: de que forma eu encaixaria este tipo de linguagem com textos que falam sobre… cabelos? Precisamos compreender quem queremos atingir e que tipo de abordagem se encaixa com o que vamos redigir. E também temos que tomar cuidado com a forma que nos expressamos, para ela não sair do contexto da nossa ideia. Sabe a brincadeira do telefone sem fio, que você fala uma coisa e ela chega completamente diferente no final? A preocupação em como a mensagem vai chegar no leitor é primordial e só será bem sucedida quando soubermos como nos expressar. Como? Lendo, escrevendo, pedindo auxílio!

dicas básicas e erros comuns

Uma coisa que eu sempre procuro evitar nos meus textos é a repetição de palavras. Eu falo sempre aqui, aí eu falo sempre lá, aí eu falo sempre aqui de novo… sendo que eu posso substituir “sempre” por diariamente, cotidianamente, frequentemente… repetir verbetes torna o texto cansativo e se perdem bons pontos nas redações dos vestibulares da vida. Assim como mal uso de acentuação e pontos como vírgulas. Terrível quando, escrevem, assim. Né? (;-o)
Outra dica que eu dou pra quem quer aperfeiçoar a escrita é ver redações nota 1000 no ENEM de anos anteriores (clique aqui). Você percebe que são redações que qualquer um poderia fazer, porém muitos não conseguem porque resvalam em erros bobos, mas pertinentes. Sempre que vou estudar para vestibulares eu costumo ver questões anteriores e redações anteriores, pois isso nos dá uma base boa de como se expressar nas 30 linhas dos próximos exames e o que geralmente cai neles.

Outra coisa muito importante é se inteirar nas notícias mais influentes ao longo do ano. Coisas como a Lei da Palmada, o que rola na Crimeia ou o conflito entre Israel e a Palestina podem ser temas de redações. E não adianta falar que não precisa se informar sobre estes assuntos porque nos vestibulares existem textos auxiliares: utilizar as informações destes como base diminui sua nota, assim como diminuiu horrores a minha :(

Recentemente eu passei num site que me ajudou bastante, que fala os 100 erros mais comuns de redações (clique aqui). Estou comentando de exames gerais porque as mesmas dicas para vestibulandos servem pra quem quer escrever bem no blog, afinal, a gente tem que saber se expressar em qualquer lugar!

Ufa, acho que acabei tudo o que eu tinha pra falar… hahahaha! Bom, espero que tenham gostado e até breve (eu prometo!) :)

Sex Pistols – Bodies

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Cabelo & Corpo Compras Dicas Estilo Tutoriais

perucas: onde encontrar?, como disfarçar brilho?

lorna <3

Pros desavisados: eu desativei meu Facebook por uns tempos. Preciso dar uma respirada e internet em excesso não tem me feito muito bem. Mas eu volto pra lá em breve :)

[S]e tem uma coisa nessa vida que eu amo e acho que é utilidade pública são perucas. Além de você poder sair com o cabelo que quiser e quando quiser sem detonar sua juba, dá um estilo diferente e uma variedade maior de possibilidades pra você montar seu visu. Porém, infelizmente há um grande preconceito no Brasil (e em outros países) com perucas. Na Ásia, os cabelos artificiais são vistos como acessórios: da mesma forma que eu troco de pulseira ou de roupa eu posso usar um cabelo diferente. Poréeeeeem, são culturas diferentes e pra gente ser feliz usando o que gosta, há duas saídas: adaptar um pouco as coisas e/ou ligar o f*da-se! Hahahahaha! (;-o) Eu explico pra vocês hoje como eu uso as minhas perucas, porque eu uso, onde encontrar as com melhor qualidade, como disfarçar brilho, etc. E lógico, onde achar barato, porque sou mão-de-vaca mesmo HAHAHAHAHAHAHA

minhas perucas: onde encontrei?

lady gaga curtiu total minha peruca! hahahaha

Eu gosto muito de perucas desde quando me tornei fã da Lady Gaga. Sempre achei sensacional o arsenal de perucas dela e como ela conseguia dar uma variedade estrondosa no seu estilo apenas com um cabelo diferente. Tomei coragem para usar após alguns posts que eu vi da linda da Mariana Santarem e hoje vou contar a minha experiência com perucas: eu compro as minhas perucas na AliExpress. Inclusive, o meu post anterior é praticamente um manual de como fazer compras na loja e inclusive fala de taxas alfandegárias… é só clicar aqui. Pra comprar perucas na Ali é bem simples: eu jogo na busca a cor da peruca que eu quero (essa peruca acima é platinada, então eu joguei silver) com wig do lado. Exemplo: silver wig (peruca platinada, em inglês). Aí pronto: aparece uma infinidade de perucas. A grande maioria delas é feita de kanekalon.

Kanekalon é um cabelo sintético, porém bem próximo do cabelo real. Os fios são finos, nem muito opacos e nem muito brilhosos. A única coisa falha do kanekalon é que ele não é resistente ao calor. Existem perucas com produtos ainda melhores que kanekalon, que dão essa possibilidade.

As perucas demoraram de 1 até pouco menos de 2 meses para chegar. Eu comprei na Ali com este vendedor (clique aqui) e este vendedor (clique aqui). A peruca platinada, que eu comprei com o último vendedor, veio juntamente com uma rede para peruca, pra você colocar antes da peruca. Isso evita que seu cabelo se solte ou apareça no meio dos fios da peruca. Parece uma meia-arrastão, mas é só uma redinha, haha! (;-o)

A AliExpress é incrivelmente barata. Na minha peruca vermelha (foto ao longo do post) eu paguei menos de R$30 e a qualidade é ótima (e ela é gigante)! O mesmo com a peruca platinada, que ficou em torno desta faixa também (porém ela é um pouco menor).

Outro lugar que eu comprei peruca foi na Galeria do Rock (piso subsolo), aqui em São Paulo – Capital. Se você é de São Paulo ou vai viajar pra cá, não perca essa oportunidade. Os preços são bons e a qualidade das perucas também é ótima. Eu paguei R$80 na minha peruca loira claríssimo corte chanel (foto ao longo do post) e a qualidade é tão boa que eu passei em um pub todo cheio de frescuras para entrar e ninguéeeem percebeu que era peruca (nem que eu era menor… ops! HAHAHAHA) 8)
Não há uma loja específica para comprar perucas lá. Eu fui em uma mas esqueci qual é (;-o) Porémmmm é questão de perguntar preços e ver a qualidade da peruca.

Você sabe que a peruca é de bom material quando ela não tem fios muito grossos, tem um movimento natural e não é muito brilhosa. Quanto menos brilhosa, mais real ela fica e melhor é a qualidade.

como usar peruca?

peruca vermelhona pro meu cosplay de jean grey: muita gente achou que o cabelo era meu! :o

Pra usar peruca não tem muito segredo. É só prender beeeeem o cabelo e de preferência ter uma rede para peruca pra passar por cima do cabelo preso. Isso evita que os fios se soltem com o tempo de uso. Caso você não tenha rede para peruca, é só improvisar com uma meia fina ou até cortar uma arrastão.

Pega aquela sua arrastão ou meia-calça fina velha, corta a parte das pernas e deixa só a parte que cobre a bacia… pronto! Vira uma rede de peruca ;)

É importante posicionar bem a peruca, porque isso ajuda bastante a dar a impressão de realidade. Uma peruca bem colocada e ninguém percebe que é peruca. São segredos até idiotas, mas básicos pra não se notar. Além disso, as perucas por dentro têm um regulador que parece aqueles de sutiã: se você prende, ele fica apertado (e é o que eu recomendo). Se você deixa solto, a peruca pode ficar “sambando” na sua cabeça e os fios do seu cabelo podem ir se soltando.
Outra dica pra dar mais “realidade” pra sua peruca é usar algum acessório na cabeça que esconda a raiz. A raiz da peruca acaba denunciando se é peruca ou é cabelo de verdade. Escondendo a raiz com algum chapéu, touca ou lenço dá uma realidade muito maior pro seu cabelo.
Algumas outras coisas além da raiz denunciam a “veracidade” do seu cabelo: a cor da peruca e o brilho dela. Obviamente uma peruca preta ou castanha vai parecer mais real do que uma peruca mais clara ou de um tom mais berrante, como um loiro claríssimo ou um vermelhão, porque ambas cores evidenciam o brilho. Peruca também não parece muito real porque é muuuuito perfeita: não tem frizz, não tem raiz crescida, não tem manchas de tinta no cabelo… então, outra dica que eu dou para dar mais veracidade é dar uma leve bagunçada nos fios.
O corte da peruca também ajuda a definir a realidade dela. Um corte muuuuito extravagante pode dar de cara a impressão de que é peruca. Se você comprou uma peruca maneira mas quer cortar um pouco as pontas, vale levar num cabeleireiro que eles cortam numa boa.

Acho que a gente não deveria ter vergonha de usar peruca. Deveríamos ter vergonha de mentir, machucar os outros… peruca é só peruca. Masssssss, pra evitar algumas situações constrangedoras ou estressantes, ao invés de eu andar por aí de peruca sempre, eu só uso ela nos lugares que eu frequento com mais frequência ou já no lugar que eu vou. Exemplo: ao invés de eu usar peruca em todo o trajeto da minha casa até minha escola e usar na escola, eu chego na escola e boto a peruca.

Sinceramente, é uma grande bobagem ter que ficar “provando” pros outros através de truques se é cabelo de verdade ou se é “de mentira”. O cabelo é meu sim, é de verdade sim: fui eu quem paguei. Mas se você não se sente muito confortável às vezes, como até eu nem sempre me sinto usando peruca, valem as dicas pra disfarce :3

como disfarçar o brilho da peruca

minha primeira peruca decente: lady gaga na época do the fame <3

Para disfarçar o brilho de uma peruca, existem dois truques. O primeiro é: como lavar a peruca.

Pra lavar peruca, é bem simples: é só passar um xampu neutro e PELO AMOR DA FÊNIX não esfregar os fios como se você tivesse passando Vanish numa mancha de molho de tomate: passe o xampu suavemente entre os fios, esfregando levemente com a ponta dos dedos. Para enxaguar, deixe a água escorrer pelos fios e coloque de molho por alguns minutos. Agora vem o segredo: no último enxague, passe vinagre na peruca e deixe-a de molho no vinagre por 15 minutos. Depois é só tirar o excesso com as mãos com muito cuidado e deixar secar num “porta-perucas” ou prender com cuidado pela cabeça da peruca no varal (NUNCA pelos fios!). O vinagre vai ajudar a tirar um pouco o brilho da peruca.

Um bom porta-perucas é comprar uma bola de isopor (em qualquer papelaria) um pouco menor que a sua cabeça e cortar a base, deixando-a reta. Depois é só colar essa base reta da bola de isopor em algum pedaço de papelão ou plástico plano com cola-quente ou cola branca (no caso do papelão).

Existe mais um truque, e esse é o que eu mais uso: passar talco na peruca. É muuuuuuuuito simples: é só jogar talco ao longo da peruca e ir penteando-a com as mãos com cautela. Pegue pela cabeça da peruca e sacuda um pouco para sair o excesso e dê leves batidinhas aonde a peruca ficou manchada de talco. O talco tira todo o brilho da peruca, além de dar um cheirinho delicioso *-*

Wow! Quem diria que perucas renderiam tanto… hahahahaha! Bom, o lance é perder a vergonha e adotar seu estilo. Afinal, você não deve satisfações para ninguém, né? Espero que gostem das dicas <3 E até o próximo post! Sex Pistols – Holidays in the Sun

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Dicas DIY Estilo Tutoriais

como customizar o uniforme escolar

quem dera meus uniformes fossem assim, hahahaha

[E]u com certeza não devo ser uma das únicas que não suporta ter que usar uniforme escolar. Existem os prós e os contras. Entre os prós, estão além da fácil identificação do aluno da instituição, a segurança e o fato de não ficar surrando suas lindas roupas. Os contras são: que uniforme ridículo. É, pois é.


gifzinho rápido do schweinsteiger só para comemorar o aniversário do bayern de 114 aninhos hoje! \o/

Porém, nada é impossível, então dá para ter um uniforme legalzinho sem você ter que passar muito sufoco. Eu, que adoro customizar tudo o que eu puder, tenho algumas dicas de como eu fiz para ter um uniforme estiloso mas sem sair muito dos padrões escolares, até porque não queremos nenhuma coordenadora me acusando da sua rebeldia vintage, né? Hahahahaha!

cortando as mangas

Caso você queira algo menos trabalhoso mas ainda assim estiloso, pode optar por cortar sua camisa de uma forma diferente. O nosso amigo Google tem várias opções de cortes e nosso amigo Youtube também. Os vídeos que eu mais gostei para customizar camisetas foram os dois abaixo: um ensina a deixar uma regata bem cavadinha (talvez num ambiente escolar você não possa exagerar muito nas cavas, mas tá valendo algo mais discreto!) e o outro é sobre camiseta com ombro caído!

aplicando rebites

Bom, quem fez isso foi euzinha aqui! Apliquei tachas e spikes numa camiseta polo da minha escola e eu gostei bastante do resultado, sem contar que ao longo das lavagens elas mesmo assim não saem e fica aquele desbotado bonito, parecendo ouro velho. Segue abaixo as imagens da minha customização para você também entrar nessa e aprender.

Para quem quiser mais detalhes, achei um vídeo bacana com algo parecido na interwebssss:

Caso você esteja buscando algum lugar baratinho para comprar spikes/tachas, se você é de São Paulo, no Brás eles vendem pacotes com 50 tachas/spikes por apenas R$17. Ou, na Galeria do Rock, que sai mais caro: um pacote com 10 spikes sai por R$10. Se você não for de São Paulo, tem um site ótimo que vende kit de customização (vem spike, tachas e outros rebites) a pronta entrega por apenas R$16. Dá um ligue aqui!

fazendo manga bufante

Foi a coisa que sem dúvidas eu mais gostei de fazer num uniforme escolar. Se você tem máquina de costura em casa (e sabe mexer, pelo amor de Deus! se não souber fala para a dona da máquina ensinar porque mexer nisso é extremamente fácil), pode fazer. Caso não tenha, pede pra vovó, porque é prache: quase toda vó tem uma máquina xD Se ninguém tem, pede para a costureira perto de casa, que é bem baratinho fazer manga bufante (deve sair no máximo uns R$15 se você entregar o material para ela). Se você manja dos paranauês, faz em casa mesmo vendo esse vídeo que me ajudou muuuuuuuuuuito:

Parece difícil, mas é incrivelmente fácil, sem contar que os aparatos para fazer são baratinhos: um metro de elástico e um tecido que tu pode pegar em casa de uma camiseta velha e tudo sai no máximo R$2. Agora, se você precisa comprar tecido, também é baratinho: a renda tá uns R$4 o metro… e renda é lindo, né gente? E tule também: o tule (aquele tecido de saia de bailarina) sai no máximo R$5 o metro e é tão lindo quanto!

camiseta com aplicações de renda

Falando nela… ah, a renda! Eu fiz umas aplicações de renda liiiiiiindaaaaaaaaas numa camiseta de escola minha, e ficou muito bacana! Caso goste da ideia (até porque, é algo bonito e mais discreto), segue um tutorialzinho legal com dicas para você saber manipular esse tecido sempre na moda:

Uma ideia legal que eu tive além dessa do vídeo (se for fazer a renda atrás da camiseta mesmo, use algo por baixo, como uma segunda camiseta, segunda pele, enfim, afinal vai que o diretor implica, né?) foi a de aplicar renda nas mangas da camiseta e na parte de baixo: é só cortar do tamanho da manga e colar por dentro com alguma cola para tecido. Pronto: vai ficar uns babadinhos de renda para fora da manga :3 Fofo, né?

estampando a camiseta

Alguns amigos meus tiveram uma ideia bem bacana: estampar a camiseta nas costas. Não é algo que a gente vê de cara, mas a ideia é boa. Talvez, colocar algo na frente… como se fosse um patch. Enfim, solte sua criatividade! Se você não sabe bem como estampar camisetas, eu tenho um tutorial sobre como usar papel transfer aqui.

eu indo pra etec, hahahah

Você pode até mesmo fazer novos escudos para a camiseta: já pensou, na manga, ou então do lado oposto da escola, colocar um símbolo da sua casa favorita de Hogwarts? Hahahahaha! Lembrando que se você não quer mexer com transfer, várias gráficas imprimem para você na camiseta e o resultado sai até melhor. Na Galeria do Rock, imprimir em camiseta (levando-a já) não passa de R$10. Os preços não costumam variar muito, então deve ser algo em torno disso em qualquer lugar.

uma das minhas estampas com transfer!

Além de tuuuuuuuudo isso, ainda pode aplicar patch no uniforme: em vários lugares da internet vende patch, é só jogar no Google o nome do que tu quer em patch, exemplo: patch banda Kiss. Na Galeria do Rock tem para dar e vender patches e aqui também tem alguns legais. Caso você for aplicar, sugiro que seja nas costas… pois na frente fica muito pesado e a coordenação pode implicar.

pintando camiseta

eu no rolê com uma camiseta dos rolling stones que eu pintei!

Se a grana tiver curta e a estampa for simples, como algum número por exemplo, você pode comprar os pinceis e a tinta para tecido em alguma papelaria ou loja com coisinhas para costureiras e pintar na sua camiseta. Lembrando que tem que ter cuidado! Eu sugiro fazer algum molde em papelão ou um papel mais duro, como o cartão, e colar firmemente na camiseta com um durex antes de executar o serviço. Além disso, deixe um papelão dentro da camiseta para deixar a área de pintura mais firme e não sujar as costas da mesma.

Em breve, eu mesma quero fazer um tutorial disso, já que sou expert nessas coisas e já fiz até camisetas de banda assim, como viram na imagem, hahahaha! E gente, não tem jeito: melhor tinta de tecido é Acrilex! Os produto da marca são todos muito bons.

Bom, espero que vocês tenham curtido. São várias ideias legais para você dar uma revivida no seu uniforme e chegar sambando na cara das inimigas para estudar, hahahahaha! Bemmmm, deixo vocês com uma música da Miley Cyrus que eu viciei: SMS (Bangerz)!

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.