All for Joomla All for Webmasters
Feminismo Futebol Reflexões Textos

fernanda colombo e a misoginia no futebol

mística ♥

[D]epois da campanha completamente nonsense que foi aquela #somostodosmacacos (que eu problematizo e explico porque era uma campanha, digamos… oportunista, neste post aqui) nos vemos no seguinte embate: quando homem erra no mundo do futebol, ele é zoado algumas vezes e pronto. Mas quando é mulher, a coisa vai bem mais embaixo. Alguns infelizes além de tratarem a mulher como uma verdadeira carne no açougue e usando seus “atributos físicos” para “compensar” as críticas e o machismo (rolando assim ainda mais machismo), outros pedem para ela simplesmente sair do mundo do futebol e quem sabe fazer algo que seja mais “o talento dela”, como posar nua na Playboy. Porque, né, Alexandre Mattos, lugar de mulher é posando numa em revista de cardápio pornográfico, pra sempre servir o homem, seus prazeres e o patriarcado, né? Leiam aqui mais afundo o que rolou na entrevista nojenta dele.

Bom, não é novidade pra ninguém que o futebol é um dos meios mais preconceituosos da face da terra. Tão preconceituoso que um esporte que, assim como todos os outros, poderia ser utilizado para conscientizar e emancipar mentes, é até mesmo reação de nojo para algumas pessoas que não conseguem aturar (com razão) as atrocidades e falácias que muitos torcedores jorram pela internet, TV, jornais, etc. Eu, que sou amante do futebol desde os 4 anos de idade (visto que o cabeçalho do meu blog tem eu ruivinha com a camisa do Santos + meu jogador favorito, o Thomas Müller do Bayern München), fico simplesmente horrorizada com as coisas que vejo por aí.

queerpass: a torcida antihomofóbica/homossexual do bayern münchen! ♥

A mulher cis ou trans*, assim como xs homossexuais, homens cis ou trans*, negrxs, tem pouco espaço respeitoso no futebol. O primeiro deslize e “seu macaco, sua p*ta, seu v*ado, seu trav*co” e assim em diante. Até mesmo o homem hétero cis quando criticado, não é ofendido com sua heteronormatividade e sim com alcunhas difamatórias homofóbicas e misóginas que são constantemente utilizadas para repudiar os outros, como se ser gay ou mulher fosse a pior coisa do mundo. No futebol, mulher não pode entrar no meio sem ser desvalorizada no primeiro erro, quando muitos árbitros fazem coisas muito piores, fazem esquemas ilegais nos bastidores muito mais densos e estão dentro de muitas mutretas que nem preciso explicar, todo mundo sabe ou já ouviu falar. A mulher tem um espaço quase nulo no futebol, e quando tem, simplesmente é chutada no primeiro erro. A bandeirinha erra? Sim. Grosseiramente às vezes. Mas isso não é desculpa para você ser machista ao ponto de refutá-la com argumentos misóginos e muito menos mandá-la servir ao tesão masculino numa revista pornográfica. Isso é cúmulo da misoginia. Não queremos nenhumx árbitrx e bandeirinha, seja de qual gênero/etnia/orientação sexual for, sendo exposto desta forma. Ainda mais quando estão incluídos homofobia, machismo, transfobia, etc. Até porque, querendo ou não, a mulher no futebol acarreta ainda mas preconceito do que o árbitro homem cis hétero, como na maioria dos casos.

Redes de TV destacando os atributos físicos da mulher bandeirinha de forma descarada. Não quero que alguém chegue em mim e diga: nossa, mas você é uma blogueira/webdesigner/programadora/estudante tão linda, mesmo sendo meio incompetente… Quem quer isso? O elogio ao meu físico não diminui sua humilhação. Eu não quero ser destacada pelos meus atributos físicos, porque aí entra outro problema: o padrão estético social. Eu quero ser tratada com respeito e meus erros não serem expostos de forma patética mas sim aconselhados e visando melhorias. A moça foi afastada para “voltar a estudar”, quando bandeirinhas e árbitros cometem erros muito piores e continuam acabando com partidas e resultados de forma vergonhosa. Eu queria saber onde que estão as equipes de arbitragem que cometeram estes e outros tantos erros grotescos. Será que mandaram posarem nus ou os afastaram pedindo para voltar a estudar?

a bandeirinha constantemente atacada por seus erros: fernanda colombo

Páginas de futebol com conteúdo “humorístico” constantemente zombando jogadores com alcunhas preconceituosas. A desculpa? “Somos uma página de humor, então natural usar isso”. Não sabia que agora humor virou desculpa pra ser idiota. Humor não é humor quando não se inclui todos, é preconceito. É fácil fazer humor preconceituoso quando o preconceito não é contra você, né? A sua opinião não te dá o direito de ser preconceituoso com ninguém, seja qual for o preconceito e a pessoa referida. Ainda me assusto quando vejo pessoas dizendo “que o futebol é um mundo à parte dos outros, por isso que rola tanto preconceito”. Sinceramente, não é desculpa, visto que o futebol acaba entrando não só na parte esportiva como também na parte social, a partir do momento em que torcedores não só de futebol como de outros esportes utilizam preconceito para ofenderem-se e também pela parte positiva, como a utilização do esporte nos movimentos sociais para inclusão de pessoas. Sendo assim, o futebol é também o nosso mundo! Visto que ao longo do Brasil desalojaram teoricamente 250 mil pessoas nas construções para a Copa do Mundo e alguns trabalhadores foram até mesmo mortos durante as construções. Certeza que futebol é mundo à parte?

O que eu peço encarecidamente é que tomem cuidado com as palavras proferidas e as atitudes perante acontecimentos do futebol. Violência verbal não deixa de ser menos humilhante. Você gostaria de ser rechaçado publicamente por erros que cometeu? Seja você homem cis ou trans*, mulher cis ou trans*, seja qual for sua orientação sexual, a cor de sua pele…? Gostaria que seus atributos físicos fossem “compensados” por seus erros profissionais, como se isso fosse uma forma de “diminuir sua humilhação”? Vejo pessoas falando “aposto que essa bonitona virou bandeirinha porque deu pra alguém”… engraçado que árbitro “bonito” entra por mérito, mas mulher que entra pro futebol sempre tem que ser por atributo físico? Tá me falando que mulher não tem competência? É o machismo não só proliferando misoginia como até mesmo derretendo o cérebro dos homens. Além disso, vale lembrar que o futebol feminino é bem menos destacado do que o masculino, mas deixo isso pra outro post… vale a reflexão!

E pra terminar, uma música que combina bem com o tema: Oh No da Marina and the Diamonds ♥

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

You Might Also Like

  • Desbravadores de Livros
    17/05/2014 at 4:39 pm

    Concordo com você. Existem certas atitudes no futebol e no mundo dos esportes, em geral, que é de enojar qualquer um. Queria ver ele mandar um árbitro posar na G Magazine… Duvido que ele teria essa audácia.

    M&N | http://desbravadoresdelivros.blogspot.com.br/ – Participe do nosso top comentarista de Maio

  • Paloma
    18/05/2014 at 5:11 pm

    Esse é assunto que dá pano para manga! kkk Aii gostei da postagem e suas opiniões!
    Bloody Kisses
    Monólogo de Julieta

  • clay
    18/05/2014 at 6:51 pm

    Nem tenho o que argumentar, sua opinião é a mesma que a minha a diferença é que vc soube usar bem as palavras. Parabéns rs

    Beijão